segunda-feira, 3 de outubro de 2011

A verdade

    Afinal, o que é a verdade? Que verdade busco? Existe verdade?

    Maquiavel, Maquiavel. Não sabe não sabes o tanto de dúvidas que plantas em uma existência! Chegar ao COGITO até foi uma boa: sei que existo, pelo menos.

    Mas o que mais existe? Essa aula? Pode ser um sonho. Os meus amigos? Posso ser esquizofrênico. As leis da física? Posso estar lidando com um Deus brincalhão que gosta de tirar com a minha cara. Sequer o tempo existe somente da forma que conheço, e sabe-se lá que outras formas pode assumir.

    A única certeza? Penso, logo existo.

2 comentários:

Olhares estrábicos